A 8ª história - Rua Batalha Reis



Deixo a PSP e a sua rua e vou para a Batalha Reis, de único sentido, do qual nos apercebíamos  ao ver a sinalização depois de nela termos entrado de automóvel. Tardou a rectificação e aí a temos agora com as inevitáveis e  constantes segundas filas em locais proibidos devidamente assinalados. Realce-se o à vontade com que os automobilistas deixam  o carro  junto às passadeiras e a anuência da PSP por tais desplantes.
Por fim, não deixa de ser curioso que os pinos se mantenham ainda no passeio dos Correios, só servindo para umas amolgadelas das portas dos carros...
Esta rua é atravessada por uma outra, de seu nome Carlos França. Dela me ocuparei no próximo post.
E já vão oito!

Sem comentários:

Enviar um comentário