"Ecopista do Sizandro" na Rede Nacional de ECOVIAS 1

    O jornal Badaladas de 7 de Agosto  noticia e o site da C.M. também o refere. que a "Ecopista do Sizandro" acaba de ser integrada na Rede Nacional de Ecovias 1.

Ocorre -me uma proposta:

Como se trata de um acontecimento ímpar neste país (e não só) , poderia a CM comemorá-lo, oferecendo uma viagem de "Agostinhas"  a todos os Presidentes de Câmara da Região Oeste, permitindo-lhes apreciar algumas "pérolas da paisagem do concelho".  
No termo da viagem, na Foz do Sizandro, seria servido um "Lanche Pôr-do-Sol" aos convidados.

A concentração seria na Expotorres junto ao placard da "Ecopista", (*) onde os visitantes se inteiravam do percurso e se faria a distribuição das "Agostinhas".

Atendendo ao esforço que certamente afectaria os participantes,  o percurso em Agostinhas terminaria no fim do troço alcatroado na estrada para o Varatojo. 
Aí se faria o transbordo para um Minibus que, entretanto, os aguardava com destino à primeira  zona de descanso junto a uma pequena ponte só acessível a bicicletas e peões.
Por esta razão a C,M. disponibilizaria um segundo Minibus que aguardaria os convivas do outro lado da ponte, para os conduzir até à Foz.

O regresso far-se-ia  até à área de descanso junto à Petro Vedras e daí, pela A9, com destino à Expotorres 

Também me ocorre um Silogismo atamancado:

" Uma ecopista é um percurso “verde” destinado a tráfego não motorizado, que permite a prática de actividade física aliada à fruição de paisagens naturais" (**)

Na "Ecopista do Sizandro" podem circular todo o tipo de veículos.

"Um embuste é uma tentativa de enganar um grupo de pessoas, fazendo-as acreditar que algo falso é real" (Wikipédia)

A "Ecopista do Sizandro"   é um embuste.

_______________________________________ 

        (*)   http://i.imgur.com/9ZS17A3.jpg.     

        (**)   http://goo.gl/r9W1iN     
                       

Barreiras/"Muda que muda"


A Câmara Municipal de Torrés Vedras  não é parca em palavras de auto elogio de todas as realizações que respeitem ao problema da Mobilidade.  Uma questão óbvia  de provincianismo.
Foi assim com o Vai-Vem ( que agonizou face à incompetência em o revitalizar), com a Ciclovia do Barro (em agonia), com a Ecopista do Sizandro (utilizada por todo o tipo de veículos), com a Ciclovia das Escolas (uma aberração), e com as "Agostinhas" (entretanto. fóra de serviço) que mais não têm servido senão para recreio de fim de semana.
Cuidar de garantir condições de segurança para as pessoas que se deslocam pela cidade não é coisa que a preocupe.
O video que junto é uma  pequena amostragem da situação 

Nota: Segundo estudo de caracterização dos municipios com pessoas portadoras de deficiência visual,  organizado pela Divisão Social da C.M.T.Vedras, existem no concelho 68 cidadãos com deficiência visual grave e 38 com incapacidade visual igual ou superior a 30%



http://goo.gl/sqo50O

Em Mafra